Viagra: conheça os medicamentos genéricos do “azulzinho”

O viagra é o tratamento mais conhecido e, provavelmente, o mais utilizado para a disfunção erétil. Muitos homens que sofrem de algum problema de saúde, ansiedade ou simplesmente estão em uma idade mais elevada, apelam ao “azulzinho” para lhes ajudar com os seus problemas na cama.

Os efeitos do viagra, muitas vezes, ajudam casais fora da cama também, melhorando o clima entre eles, uma vez que sua vida sexual volta a ser mais saudável. Mas, o viagra não é a única opção à sua disposição para o tratamento dessa condição.

comprimidos-de-viagra

Foto: Wikimedia Commons

Existem outros remédios que podem oferecer resultados tão positivos quanto os do “azulzinho”. Entre eles, estão o Cialis e o Levitra, ambos com as suas semelhanças e diferenças do popular comprimido azul.

Quais são as diferenças entre o Viagra, o Cialis e o Levitra?

Em questão de eficácia, efeitos colaterais e contraindicações, por exemplo, esses três medicamentos são bastante similares. Porém, existem algumas diferenças, umas essenciais e outras mais relacionadas somente com escolha pessoal. São elas:

cialis-e-viagra

Foto: Wikimedia Commons

Tempo de duração do efeito

O Viagra e o Levitra podem ser opções mais precisas às suas necessidades. Seus efeitos são intensos, rápidos e imediatos, ajudando o homem com uma ereção por vez. Ao contrário desses dois, os efeitos do Cialis são mais prolongados e podem durar por mais tempo. Por causa disso, seu efeito é menos intenso do que aquele realizado pelo Viagra ou pelo Levitra.

Formas disponíveis para consumo

Uma das desvantagens do Viagra contra seus concorrentes é que a única forma de consumo disponível do “azulzinho” é em comprimidos, os quais você toma somente quando irá precisar usar os seus efeitos. Enquanto isso, o Cialis e o Levitra estão disponíveis para consumo diário e, também, em uma forma orodispersível, ou seja, em comprimidos que se dissolvem na boca, sem precisar do consumo de água para a sua ingestão.

Quais são suas semelhanças?

Esses três medicamentos funcionam praticamente da mesma maneira, somente com o seu tempo de ação variando de um para outro. Por isso, muitas das suas características, como efeitos, eficácia e contraindicações são muito parecidas, senão exatamente as mesmas.

O seu funcionamento

Todos esses medicamentos funcionam da mesma maneira: eles relaxam os vasos sanguíneos do pênis e melhoram o número de batimentos cardíacos, permitindo que o sangue flua melhor na região e, com isso, possibilitando a ereção do homem. É importante lembrar que nenhum desses medicamentos aumenta a libido do homem. Então, os seus efeitos não irão ser muito eficazes se o cara não tiver um apetite sexual no momento.

banner3

Efeitos colaterais

Embora nem todos os homens que utilizem esses medicamentos sofram dos seus efeitos colaterais, quando acontecem eles são basicamente os mesmos: dores de cabeça, abdominais, musculares e nas costas. Uma possível causa para o ocorrimento ou agravamento desses efeitos é a superdosagem dos remédios. Por isso, uma redução na dose consumida deve melhorar os sintomas.

Contraindicações

As contraindicações do Viagra e suas opções genéricas são sempre as mesmas. Homens que sofrem ou sofreram de algum problema cardiovascular devem evitar o seu consumo, pois seu organismo já está fragilizado nesse sentido e os efeitos desses remédios no organismo só irão facilitar o acontecimento de novos problemas.

Lembre-se de que todos esses remédios precisam de prescrição médica e não precisam ser ingeridos continuamente. Então, se algum deles não funcionar ou tiver efeitos colaterais com você, na próxima vez experimente algum dos outros até encontrar aquele que combine melhor com o seu organismo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *